Morreu Wando

Aos 66 anos, de parada cardíaca, morre o cantor Wando.

O sujeito que colecionava calcinha e cantava músicas com estilo próprio e gosto duvidoso, se bandeou para o lado de lá. Como todo artista, agora será valorizado, terá um especial póstumo, talvez um Globo Repórter e vários outros artistas vão gravar coisas dele.

 

Pacientes não buscam exames clínicos realizados pelo SUS

Vi esta matéria na TV hoje, no Bom Dia Rio Grande.

As pessoas vão, fazem os exames e depois não vão buscar, prejudicando outros pacientes. Na matéria, pareceu mesmo um descaso por parte dos pacientes, mas na realidade é isso mesmo?

Fiquei pensando sobre o assunto e lembrando das pessoas que dependem do SUS. Eu mesmo muito utilizei e utilizo o SUS, não para tratamento, mas em caso de emergência. Tudo é muito demorado e cheio de gente. Tudo é muito difícil no SUS.

A pessoa vai num dia e enfrenta uma tremenda fila. Marca uma consulta com um médico clínico-geral. Não necessariamente no mesmo dia. Depois, quando passa pela avaliação cronometrada do clínico, é encaminhado para o especialista. Dependendo do especialista, vai demorar meses. Quando chega ao especialista, é feito o pedido de exame. Na prática, também dependendo do exame, pode demorar mais uns dois meses. Quando está com o exame na mão, o paciente torna a marcar com o especialista – não necessariamente o mesmo – e finalmente completa o ciclo com seis meses de espera.

Se precisar cirurgia, mais fila. Espera interminável até a marcação.

Não são os médicos, nem enfermeiros, nem atendentes os culpados. Não se enganem. É o sistema aplicado a esse atendimento.

Um paciente com descolamento de retina tem horas antes de ficar cego. Se ele tiver uma hemorragia no olho, um laser aplicado no lugar certo, conserta o dano. Esse procedimento é um dos que demoram meses para acontecer pelo SUS. É aí que está a minha resposta do motivo pelo qual pacientes não buscam exames. Já era.

Já não vai mais buscar o exame, porque já está cego. Já não vai mais buscar o exame, porque a mão já não funciona mais mesmo. Já não vai mais buscar o exame porque morreu.

Seria interessante ter essa pesquisa, para verificar isso. Será que as pessoas que não buscam os exames, conseguiram os mesmos pagando em outro lugar senão acabam morrendo em casa? Ou então não buscam porque já bateram as botas mesmo?

Fica a pergunta.

Clóvis Duarte morreu?

Ontem faltou luz no instante que ia clivar em ‘publicar’. Então, o post de ontem vira post de hoje com notícia velha.

Logo depois de escrever meu adeus para minha mestra, vou ler jornal e encontro a notícia de de Clóvis Duarte morreu.

Devo estar ficando velho mesmo. Esse é outro que muito influenciou a minha vontade de aprender comunicação. Aliás, o seu programa Comunicação foi essencial para minha formação.

Não perdia nunca, domingo de noite era sagrado. O cara mostrava comerciais, videos e tendências da comunicação em dias onde youtube não existia. Cheguei a conhecer ele, na extinta Tv Guaíba, canal 2, hoje parte da Record.

E lá se vai mais um.

Iogurte ou Iorgute?

– Menino, não esquece o iogurte.

Iorgute?

– Iogurte, menino. Fala direito.

– Mas aqui no mercado não tem iogurte, mãe, só iorgute!

Pois então, segundo uma grande rede aqui de Curitiba, é iorgute mesmo:

Alguma dúvida?

Babalu, a incestuosa

O foca é um boboca.

Frank Frazetta, 1928-2010

Uma imagem vale por mil palavras. No caso de Frank Frazetta, ilustrador símbolo e maior referência do gênero fantástico, provavelmente fossem necessárias bem mais do que essas mil palavras. Devem ser poucos aqueles ligados aos quadrinhos e ao cinema que desconhecem o seu trabalho, que ilustrou com elegância ímpar capas de revistas, cartazes de cinema e capas de discos.

Infelizmente, o insuperável Frazetta nos deixou hoje, aos 82 anos de idade, vítima de acidente vascular cerebral.

Fica aqui a homenagem do Alerta Geral, com uma pequena amostra do que ele era capaz.

Afinal, uma imagem vale por mil palavras.

The King is dead. Long live the King.

Frank Frazetta, 1928-2010.

Mais:

Frank Frazetta, Mago da Ilustração Fantástica

Frank Frazetta Dies at 82

Unofficial Frank Frazetta Art Gallery

Frank Frazetta 1928-2010

Glauco, 1957 – 2010

Sem muito o que falar.
Acho que ficamos todos meio broxados hoje.