24 – Os Caça-Fantasmas

220px-Ghostbusters_coverOs Caça-Fantasmas estava programado para ser um dos últimos filmes dessa lista. A morte de Harold Ramis, ocorrida ontem, alterou os planos. Ramis foi o co-roteirista e trabalhou no papel de Egon Spengler, o mais nerd dos três caçadores de fantasmas.

Spengler, junto com Peter Venkman (Bill Murray) e Raymond Stantz (Dan Aykroyd), lecionava parapsicologia na Universidade de Columbia, em Nova York.  Considerados charlatões pelo reitor, tiveram sua verba para pesquisa cortada e foram demitidos. O Magnífico não estava completamente errado: Venkman de fato era um charlatão, um gaiato que só queria saber de traçar as alunas. Sem perspectivas no mundo acadêmico, o trio parte para a livre iniciativa, criando uma empresa especializada em investigar e eliminar aparições sobrenaturais: os Caça-Fantasmas.

ghostbusters1O pai da criança foi Dan Aykroyd. Originalmente, ele idealizou tudo como um projeto para ele e o John Belushi, na época seu parceiro no Saturday Night Live (Blues Brothers). O nome inicialmente seria Ghostmashers (esmagadores de fantasmas), e os dois viajariam através do tempo e do espaço, combatendo fantasmas em outras dimensões. Aykroyd levou o rascunho do roteiro a Ivan Reitman, que alertou sobre os custos de produção que todas aquelas ideias implicariam. Ramis embarcou no projeto, e baseados nas dicas que Reitman passou, terminaram o roteiro por volta de 1982.

Alguns personagens haviam sido escritos especificamente para Belushi, John Candy e Eddie Murphy. Mas após a morte do primeiro e a impossibilidade de contar com os outros dois, Reitman – a essa altura já escalado como diretor – fechou o elenco com seu amigo Bill Murray, mais Rick Moranis e Ernie Hudson. O demônio Gozer, que acabou encarnado (dã!) pela modelo iugoslava Slavitza Jovan, seria interpretado por Paul Reubens, o nada saudoso Pee Wee Herman.

imagesOs Caça-Fantasmas foi a segunda maior bilheteria do ano no mercado norte-americano, ficando atrás somente de Um Tira da Pesada. Imediatamente, tornou-se um fenômeno cultural. É daqueles filmes que tem o dom de criar um universo icônico: tudo em Os Caça-Fantasmas é memorável: a canção-tema, de Ray Parker Jr, com seu pegajoso “Who you gonna call?”; o poster, com a imagem de um fantasma atrás de um sinal de proibido; Sigourney Weaver de vestido vermelho; o edifício abandonado do corpo de bombeiros que eles transformam em sede; os uniformes; a armadilha para capturar espectros (-Don’t cross the streams!); a ambulância Cadillac 1959, rebatizada de Ecto-1; no mundo dos Caça Fantasmas, até um personagem mais do que secundário, que não permanece sequer dez segundos em tela, como o Geleia, acaba ficando popular: virou mascote do time, anos mais tarde, na série animada. Em 1984, a onda era não ter medo de fantasmas.domahoka_ghostbusters

Antes de Os Caça-Fantasmas, Harold Ramis não havia feito nada digno de nota. Apesar de ter nascido em Chicago, começou como roteirista em um programa de humor canadense, o Second City Television, que teve o mérito de lançar gente como John Candy, Rick Moranis, Martin Short, Eugene Levy e Catharine O’Hara. No cinema, escreveu o roteiro de veículos para Bill Murray e John Belushi, na maior parte tolices do gênero arrested development (ver o post de ontem, sobre A Última Festa de images1Solteiro), como Almôndegas ou o Clube dos Cafajestes . Após o sucesso com Os Caça Fantasmas, as portas do mainstream se abriram de vez. Em 1993 escreveu e dirigiu seu melhor trabalho, Feitiço do Tempo, verdadeira obra prima da comédia moderna, com Bill Murray como o homem do tempo condenado a reviver o mesmo dia, ad aeternum. Ainda faria algum sucesso com a Máfia no Divã, uma bobagem com Robert De Niro parodiando a si mesmo. Morreu ontem, aos 69, em decorrência de uma doença a lá House, um tipo raro de vasculite autoimune, que provoca o inchaço de vasos sanguíneos.

Os Caça-Fantasmas possui um belo site, em constante atividade, com várias informações sobre o universo criado por Aykroyd e Ramis.

Curiosidade: o vídeoclipe promocional da canção tema, também dirigido por Reitman, intercala cenas do filme com aparições de gente famosa (alguns, como o próprio Parker Jr, deixaram essa fama perdida em 1984), como Chevy Chase, Irene Cara, John Candy, Jeffrey Tambor, Danny de Vito, Carly Simon, Peter Falk e outros.

Veja o trailer.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: