Maquete eletrônica. Este nome está certo?

Antigamente, só se fazia maquete volumétrica. Maquetes com papelão, esponja pintada, espuma, tinta, carrinhos de brinquedo e o que mais estivesse a mão para soltar a criatividade. Daí, essa maquete fica exposta em algum lugar, um saguão, no plantão de vendas e sei lá mais onde. Depois, veio o 3D. O nome maquete permaneceu, mas o meio ficou diferente.

Na maquete em 3D, todo o projeto é realizado em planta baixa e depois adicionado o eixo Z. Com a altura, temos então uma maquete virtual, também chamada de maquete eletrônica. Mas por que eletrônica? O meio é eletrônico, mas a maquete não. Na verdade é uma maquete que não existe fisicamente, portanto, de mentirinha, de faz-de-conta. Se é assim, ela é na verdade virtual.

Por isso creio que o nome “maquete eletrônica” não é apropriado, deveria ser “maquete virtual”. O nome “ambiente virtual” quando interno, também parece ser mais correto.

Eu venderia a ideia assim então: eis uma maquete virtual.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: