O resto é silêncio? Ná…

cinema_hamlet_2O ponto culminante da carreira de Dana Marschz como ator foi uma pequena participação no seriado da Xena, na qual ele era vergonhosamente empalado pelo chifre de um unicórnio de madeira. Sua constrangedora trajetória profissional ainda incluiria comerciais de remédio contra herpes e de espremedores de frutas, no pior estilo Polishop. O fracasso inevitável, entretanto, não foi suficiente para afastar o entusiasmado Marschz do caminho do drama: ele continua dando sua contribuição à arte, agora como professor de teatro em um colégio secundário do Arizona.

Entre as várias montagens cometidas na escola, hediondas adaptações de filmes hollywoodianos, como Mississipi em Chamas ou Erin Brockovich. E seu próximo projeto seria uma versão musical de A Casa no Lago, de acordo com ele, “um maravilhoso filme com Sandra Bullock e Keanu Reeves.” Um gosto bastante peculiar… Por sorte, após discutir com o crítico de arte de escola (um pirralho de 12 anos),  Marschz é demovido de sua brilhante ideia, decidindo então apelar para um “plano B”, ainda mais genial: escrever ele mesmo uma continuação musicada para o imortal clássico de William Shakespeare, Hamlet.

Espécie de Ed Wood das artes cênicas, Marschz acredita piamente que Hamlet 2 “vai salvar o drama.” Quando sua pragmática esposa pergunta se o príncipe da Dinamarca não havia morrido ao fim da peça original, ele se defende com um dispositivo pra lá de  engenhoso: uma máquina do tempo! Uma deus ex-machina do tempo, na verdade, que salva Hamlet da lâmina envenenada de Laerte e o transporta para o futuro. A partir, daí, tudo vira festa, inclusive com a participação de um inusitado sexy Jesus (só vendo…).

Hamlet 2 é uma divertida produção independente, que garante boas risadas. Steve Coogan, o sujeito que faz Marschz, tem alguns momentos inspirados como o professor que acredita poder deixar uma marca em seus alunos, da mesma forma que Robin Williams em Sociedade dos Poetas Mortos. Lembro de Coogan na (horrível) versão mais recente de A volta ao mundo em 80 dias, em que ele fazia o Phileas Fogg. Fora isso, pequenas participações nos filmes do Ben Stiller. Ele só havia me chamado a atenção por ser extremamente parecido com o Roger Daltrey. Aqui, entretanto, o sujeito obtém um excelente desempenho, imprimindo nobreza ao loser patético – e um tanto frutinha – que tenta a todo custo deixar a sua marca no universo da arte.

Rock me, sexy Jesus!

Rock me, sexy Jesus!

Outro ponto alto de Hamlet 2 é o gabaritado time feminino de coadjuvantes: Amy Poehler, de saudosa lembrança no Saturday Night Live, é a advogada que vai ajudar o professor a levar sua montagem adiante. A ótima Catherine Keener, presença obrigatória em nove entre dez filmes independentes atuais, é a esposa insatisfeita que troca Marschz por outro. Curioso é que logo em seguida ela faria Sinedoque, Nova York, onde também era a esposa insatisfeita que trocava o marido dramaturgo por outra pessoa. Por fim, temos Elizabeth Shue no papel de… Elizabeth Shue! Ela mesma, a musa de Karatê Kid, cansou do mundo de mentiras do showbiz e decidiu ser uma enfermeira no Arizona.

Ver ou não ver Hamlet 2, eis a questão:  se o filme não chega a ser genial, o certo é que se destaca em relação a muitas outras produções de Hollywood, um reino onde atualmente há tanto de podre. E tem o sexy Jesus, uai!

Anúncios

Uma resposta

  1. Descobri que o tal do Steve Coogan fazia sucesso na Inglaterra com um programa humorístico, no qual interpretava um sujeito chamado Alan Partridge.
    Aqui vai uma palhinha do cara sacaneando o início do Espião que me Amava, um daqueles “ótimos” filmes do 007 com o Roger Moore:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: