20 coisas proibidas nos quadrinhos

Trocando e-mails com os colegas de blog, acabei por fazer uma lista que se aplicada, colocaria um pouco de ordem e forçaria os roteiristas a criarem argumentos originais. Pelo menos, essa era a idéia. Uma lista de 20 regras do que não fazer em HQs.

1. Viagem no tempo está proibida. O universo já teria se destruido,
segundo o Dr. Emmet Brown.

2. Alienígenas mais inteligentes que nós, porém incompetentes para
manter sua conquista estão proibidos.

3. Alienígenas bonzinhos estão proibidos.

4. Gente protegendo alienígenas bonzinhos caçados por outros humanos malvados, principalmente interessados em dissecação, estão proibidos desde Starman.

5. Super-herói que desiste do seu uniforme, mesmo que ridículo, perde
o direito de vesti-lo novamente. Tá com medo? Então por que veio?

6. Assassino profissional que não mata ninguém importante está
terminantemente proibido.

7. Assassino que só mata subcapangas também.

8. Mercenários carrancudos com velhas cicatrizes de guerra devem ser
aposentados.

9. Quem faz pacto com o Diabo, tem que cumprir o contrato. Ser
desonesto com o Diabo e ficar com cara de mais esperto que o anjo mais velho de todos, não dá para engolir.

10. Herói morreu? Então morreu! Quem ressuscita é Jesus Cristo. E olha que tenho minhas dúvidas.

11. Superpoderes não ficam mais fortes. Ninguém fica curado mais
rápido, voa mais rápido ou pula mais alto usando sempre os mesmos poderes. Pessoas mais velhas ficam no máximo, mais lentas e menos fortes.

12. Um míssil nuclear mata até barata. Não é assim para escapar de uma explosão que pode destruir a terra dez vezes. A única vez que isso ficou legal foi com o roteiro de Frank Miller e isso se esgotou ali
mesmo. Não adianta chorar. Não pode.

13. Destruiu um prédio, o prédio acabou. Construa outro, mas não na
edição seguinte. Aprenda com o roteiro do Batman Begins – Batman Dark Knight.

14. Uniforme laranja e verde, roxo e amarelo, preto e amarelo e coisas
do gênero serão extintos. Cueca por cima das calças também devem ser modificados. Estamos no século XXI, caso não tenham percebido. Herói tem que ser heróico, não um destaque de escola de samba.

15. Se ninguém perguntou, não explique a origem. Se perguntaram, não explique a origem. É um tipo de mágica, entendeu?

16. Lobisomem, vampiro, monstro de Frankenstein e outros personagens clássicos devem ser tratados como tal. Misturar não ficava legal nos anos 60, 70, 80, 90 e ainda não deu certo. Sabe por que? Porque NÃO DÁ CERTO! Faça uma quadrinização nova do clássico.

17. Vampiros não saem na luz do dia, não gostam de alho e nem de
simbolos religiosos. Lobisomem morre com bala de prata. Frankenstein
NÃO TEM e NUNCA TEVE parafuso no pescoço. Clássicos são clássicos. Não é permitido mudanças.

18. Herói pode ter namorada, pode casar, pode ter filho… mas não
pode ficar no vai-não-vai por 50 anos. É chato. Depois o sujeito fica
com fama de veado, igual ao Mandrake, que não casa com a Diana e vive do lado daquele negrão chamado Lothar.

19. Segundo os doutores Moreira e Stahlschmidt, quadrinhos de adulto
são quadrinhos de adulto quando não se é adulto. Parem com essas
nomenclaturas idiotas.

20. Se o herói for tão psicopata quanto o vilão, a história termina em
morte de um dos dois. No máximo em 24 edições. Não em 60 anos.

Anúncios

5 Respostas

  1. Eu acrescentaria:

    21 – PAREM de usar figuras mitológicas como heróis _ ou ninguém consegue criar coisas novas?

    22 adaptando do número 13 – Se você destruiu um universo/realidade, ele e tudo o que existe nele não existe mais.

    23 – Se é para recontar uma história, que seja definitivamente, e não cheia de referências e flashbacks.

  2. 24 – Se você não for o Alan Moore ou o Philip K. Dick, desista de usar implantes de memória em suas histórias. Um super esquizofrênico com problemas de saber o que é realidade e o que é alucinação deveria estar era no hospício, não nos X-Men ou nos Vingadores.

  3. Aff véih, a história é do autor e do desenhista se els quiserem fazer alguma dessas coisas legal se naum de boa. Mas quem naum curte os HQ’s que foram criados e publicados pela DC e pela MARVEL? Muita gente gosta e os autores não pararam pra ficar pensando nessas coisas.

  4. “Muita gente gosta e os autores não pararam pra ficar pensando nessas coisas”
    Nem o comentarista parou para pensar um pouco antes de escrever…
    Sabem quando aparecem aqueles críticos ferrenhos defendendo que leitor padrão de quadrinhos é um debiloide? É por exemplos como esse que eu já nem discordo mais – não tenho argumentos para rebater.

  5. Tem gente que cheira pum,
    tem gente que come bosta;
    Eu acho que o tal do Shun
    é dessa turma que gosta.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: