Quero ser Vincent Price

Vincent Malloy is seven years old,

He’s always polite and does what he’s told.

For a boy his age he’s considerate and nice,

But he wants to be just like Vincent Price.

Com Vincent, curta de animação realizado em 1982, Tim Burton já rascunhava os primeiros esboços de seu universo visual particular. Alguns dos elementos presentes em realizações posteriores suas, como O Estranho Mundo de Jack e A Noiva Cadáver, já estão aqui: a técnica stop motion, tão cara ao diretor;  o protagonista desajustado; a ambientação sombria, mas sem perder o senso de humor…  Vincent é  uma espécie de carta de intenções, um tubo de ensaio do que viria a ser a obra de Burton.

O curta conta a história de Vincent Malloy, um menino diferente, que sonha em ser como seu ídolo e xará, Vincent Price. Em seus delírios infantis, Malloy se imagina vivendo as mesmas situações macabras que os personagens de Price, o que enseja uma série de citações a clássicos do horror.

A animação é narrada pelo próprio Price, em versos que evocam a métrica e a musicalidade do clássico poema de Edgar Alan Poe, O Corvo. Burton é o autor dos versos, que podem ser encontrados na inestimável seção quotes, do IMDB.

A dobradinha Burton-Price seria repetida ainda uma vez, com Edward Mãos de Tesoura: e toda aquela atmosfera melancólica em torno da figura do Inventor (o criador de Edward), adquire contornos ainda mais carregados se lembrarmos que este seria o último trabalho de Price para o cinema. Nevermore!

Quem quiser conhecer Vincent, clique aqui. São apenas seis minutos, vale a pena.

Anúncios

4 Respostas

  1. li no site da eria palomino que o tim bourton vai dirigir alice no pais dasmaravilhas. ficou sabendo? to louco pra q esse filme saia logo!

  2. “whereiend”, tá lá no IMDB:

    Alice in Wonderland (2010) (filming)

    Há rumores da participação da Anne Hathaway e da Helena Bonham-Carter como as rainhas Branca e Vermelha, respectivamente.
    E o Chapeleiro Louco não podia ser outro senão o Johnny Deep, claro.

    E eu ainda não parei para ver o curta…

  3. […] Postado no Dezembro 30, 2008 por espantalho Em post anterior, a respeito do curta-metragem Vincent, mencionei brevemente o poema O Corvo, fruto da mente atormentada de Edgar Allan Poe. Publicada […]

  4. […] post anterior, a respeito do curta-metragem Vincent, mencionei brevemente o poema O Corvo, fruto da mente atormentada de Edgar Allan Poe. Publicada […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: