Razões mutantes

Esse cara deve ter muitos problemas para ir ao banheiro...

Esse cara deve ter muitos problemas para ir ao banheiro...

 

Cinco razões para crer que Wolverine: Origins, será um ótimo filme:

1 – Hugh Jackman. O cara É o Wolverine, quase como se transposto diretamente do gibi para a tela. Sua identificação com o personagem tornou-o de tal forma associado a ele que não se consegue imaginar,  hoje, como o baixinho seria se fosse vivido pelo vilão do Missão Impossível 2, como estava previsto originalmente. E Jackman, que tem um respeito e um carinho grande pelo personagem, é um dos produtores do filme.

2 – O diretor Gavin Hood, embora com poucas produções no currículo e uma carreira mais de ator de segunda linha do que de cineasta, é o mesmo de Tsotsi, Infância Roubada, um filme que ganhou o Oscar de melhor produção estrangeira com uma narrativa urbana pesada ambientada nos guetos da África do Sul. O fato de o diretor do filme não ser um rato de efeitos especiais é uma boa credencial.

3 – O nome “Origins” remete ao gibi Origem, com argumento de Paul Jenkins, arte de Andy Kubert e cores de Richard Isanove. Uma história que, pegando e juntando a maioria das bagunças que roteiristas anteriores havia feito, cria uma mescla de conto vitoriano ao estilo de George Eliott com aventuras no mundo selvagem com um toque de Jack London e de Rudyard Kipling. O resultado, animado pela boa arte, é uma HQ belíssima e surpreendentemente reflexiva para um super-herói que todo mundo só quer ver dizendo “xará” e partindo feito um carcaju para cima dos demais.

4 – Wolverine é um personagem carismático quando trabalhado do jeito certo – com ênfase no quando.

5 – Em vez do inexpressivo lutador que vivia o Dentes-de-Sabre no primeiro X-Men – e que, apesar de tudo, era bem mais parecido com o do gibi, temos um ator de verdade, Liv Schreiber, com um currículo de respeito em filmes independentes. Ele tem uma cara entojada que dá vontade de cobrir de porrada, mas até aí, bom o cara é o vilão do filme, então isso é mais uma virtude que um problema.

E agora cinco razões para crer que Wolverine: Origins, será um filme de merda:

1 – A ascensão de Wolverine como o “personagem mais legal da Marvel” é, também, para mim, o momento em que os quadrinhos da editora se precipitaram no abismo da ultraviolência descerebrada mas graficamente apelativa (não esquecer que a famigerada Image, fazendo jus ao nome, foi fundada por, entre outros, três artistas que ganharam fama desenhando os X-Men numa das piores fases dos personagens: Jim Lee, Marc Silvestri e o maldito mil vezes maldito maldito em pé sentado acordado ou dormindo Rob Liefeld, todos fazendo um Wolverine “fodão” em histórias sem substância alguma). Wolverine, por razões que talvez possam ser buscadas no ítem 4 logo abaixo, se tornou um chamariz comercial tão grande que estava presente em tudo, três revistas mutantes e mais uma solo. Não sei como o cara arranja tempo para estar em tantos grupos diferentes. E isso que o teleportador era o Noturno…

2 – Tsotsi, o já citado filme anterior do diretor Gavin Hood, é um melodrama apelativo, sem imaginação, amparado em praticamente todos os clichês imaginários a respeito de “filme-de-gueto-com-protagonista-vítima-do-darwinismo-social”. Sem sutileza, sem humor algum, o filme em si não é uma credencial tão boa assim. 

3 – Contam-se nos dedos – e de uma mão – as histórias boas com o Wolverine solo, e se qualquer uma das centenas de outras acabar impregnando o roteiro do filme, o desastre é mais do que uma possibilidade. Glosando um pouco o mote do que eu havia falado na razão número 1 deste tópico, Wolverine tornou-se o primeiro X-Man a ganhar revista solo, e nela, com argumentos de um débil mental chamado Larry Hamma, já tivemos histórias patéticas do Wolverine vivendo numa ilha parecida com Cuba e se “disfarçando” de um mercenário chamado Caolho usando para isso apenas um tapa-olho (ninguém reconhece o cabelo? Essa é pior que os óculos do Super-Homem). Já tivemos também Wolverine envolvido pela milésima vez com criminosos de segunda linha no Japão. Ou Wolverine atracado em mil brigas com o Dentes-de-Sabre, ou com um robô em forma de criança (senhor…), ou ainda, Wolverine já teve seu esqueleto de adamantium arrancado por Magneto, ficou sem nariz (!!) e ainda descobrimos nesse processo que as garras de Wolverine eram de OSSO, e parte de sua fisiologia mutante desde o começo (o que joga por água abaixo uma das boas idéias de Barry Windsor-Smith em Arma X (uma das poucas boas histórias de que eu havia falado). 

4 – Wolverine é um personagem carismático quando trabalhado do jeito certo – o problema é que a maioria dos roteiristas acha que esse jeito certo é produzir um gibi de 32 páginas com 31 de Wolverine rasgando neguinho e uma de recapitulação do episódio anterior. Digamos que é bastante compreensível, dado que o fã médio de quadrinhos de super-herói é o adolescente do sexo masculino, para quem Wolverine representa uma sublimação ficcional do impulso raivoso e violento que todos sentem nessa idade, mas isso não é algo que funciona muito bem na ficção depois de algum tempo – e na vida real vai acabar te transformando é num candidato a pitt-boy ou a presidiário.

5 – O roteirista do filme é o mesmo de Tróia. Minha única esperança é que o cara não entenda nada de mitologia grega justamente porque passou muito tempo lendo gibi, caso contrário isso não é nem de longe um bom augúrio.

Anúncios

Uma resposta

  1. Mas era isso mesmo que eu ia dizer!!!
    eeheheh

    E parece que já houve vários e sérios problemas no filme, pois o diretor quer fazer um filme sombrio e pesado e a produtora quer uma coisa mais alegrinha prá poder baixar a censura… xiii…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: