Dr. Phibes

Muito mais que apenas um rostinho bonito, o Dr. Anton Phibes foi o badass muthafucka mais estaile do pedaço no início dos anos 70. Enquanto os heróis dos faroestes e dos filmes de kung fu se vingavam na base do tirambaço ou da porrada, Dr. Phibes era mais sutil, elegante até, inspirando-se na G’tach, as dez pragas que assolaram o Egito, no livro do Êxodo. Lembram? Gafanhotos, ratos, rãs, morte do primogênito, etc.

A mulher de Phibes, Victoria, morre durante um procedimento cirúrgico na Inglaterra. Phibes, um famoso organista, que nesse momento se encontra em turnê na Suiça, sofre um terrível acidente de carro ao tentar retornar ao seu país, e é dado como morto. Entretanto, mesmo com o rosto desfigurado e as cordas vocais destruídas, nosso herói sobrevive, e decide buscar vingança contra os nove membros da equipe médica que operaram Victoria. Essa é a base do roteiro de O Abominável Dr. Phibes: “nove a mataram, nove morrerão”.

Nove vítimas, dez pragas? Bom, Phibes era organista e teólogo, não matemático. Mesmo assim, não tentem bulir com o cabra, porque ele é safo: enquanto os outros tão indo com a mandioca ele já tá voltando com a farinha.

Mais um produto com a chancela da AIP, o estúdio do senhor Sam Arkoff, responsável por alguns dos filmes mais legais (e baratos) dos anos 60 e 70. O sucesso foi tanto que garantiu uma continuação, A Câmara de Horrores do Dr. Phibes. Cenários art deco pra lá de bagaceiros, seqüências sem nenhum  sentido e uma inesquecível interpretação over the top do protagonista… Assim é O Abominável Dr. Phibes.

Mas se vocês ainda não estão convencidos, aí vão algumas razões para se assistir a esse clássico camp:

O Dr. Phibes toca um órgão sinistrão e usa uma capa.

Você ousaria tocar no órgão do Dr. Phibes?

Você ousaria tocar no órgão do Dr. Phibes?

Quando toca seu órgão sinistrão, o Dr. Phibes é acompanhado pelos Clockwork Wizards, uma big band movida a corda.

A velha bandinha reunida novamente

A velha bandinha reunida novamente

Sua assistente, Vulnávia, é a mulher perfeita: bonita, elegante, muda e obediente como um cão.

Fashionable Vulnavia

Fashionable Vulnavia

Vincent Price é o protagonista.

Unmasked

Unmasked

Priceless

Priceless

Anúncios

6 Respostas

  1. Maquiagem dessa época não é legal? A cara do sujeito sem a máscara fica maior do que quando ele tá de máscara.

  2. Absolutamente fantástico. Vincent Price rulez!

  3. eu contei as pragas, não há a primeira a da lepra, creio eu. a menos que a esposa tenha sofrido ou ele mesmo.

    mas a décima (trevas), é ele se embalsamando, ao lado da esposa, quando tudo escurece. 😉

  4. […] Corvo, O Abominável Dr. Phibes, Blácula, Mad Max, … Atuando como produtora ou distribuidora, a AIP – American International […]

  5. Caras, eu assisti alguns desses episódios, eram show, nota 10, poucos efeitos especiais e os que tinham eram pobres, mas a estória e o suspense eram 10 …. só quem viu sabe !

  6. […] Corvo</a>, <a href=”https://alertageral.wordpress.com/2008/08/20/dr-phibes/”>O Abominável Dr. Phibes</a>, <a […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: