Goo-goo-goonies


Esta foi uma dica mandada pela minha senhoura.
Vocês reconhecem a turminha da foto acima?
Pois são, anos depois, os Goonies, a turma de adolescentes que vive aventuras improváveis naquele que é um dos primeiros “filmes adolescentes” de ampla aceitação, praticamente criando o gênero nos anos 80. O japinha à esquerda é o japinha do filme, como é óbvio, “carcado” pelo rapaz Sean Astin que anos depois viveria situações constrangedoramente homossexuais como o Sam Gangi amigo de Frodo Bolseiro na trilogia Senhor dos Anéis de Peter Jackson. Ele também pode ser visto recentemente na Globo como o chefe bunda-mole da unidade em que trabalha Jack Bauer na quinta temporada da série. A loirinha, Martha Plimpton, que eu sempre achei mais graciosa do que sua contraparte morena no filme, namorada do irmão mais velho do personagem Mickey (e que também está na foto), está prejudicada nessa imagem por essa franja ridícula, como se toda ela tivesse crescido, mas o cabelo houvesse estagnado nos anos 80. Atrás da galera, Corey Haim, o carinha de olhos puxados que mais tarde viveria o caçador de vampiros em Garotos Perdidos e afundaria sua carreira no cinema por causa do vício em drogas. O tiozão mais velho ao fundo é o diretor Richard Donner, praticamente uma instituição para nerds de todo mundo (dirigiu o primeiro Superman, por exemplo). E o mais engraçado: o cara de camisa azul e calça social, à frente, é o Gordo, o gordo mesmo, o balofo do filme, e que hoje é advogado e, curiosamente, está parecendo mais magro que o “herói” Sean Astin. Ah, sim, o grandalhão é o irmão mais velho.

A foto foi retirada deste linque: uma reportagem do A Arca, desde já site-irmão por sua temática também voltada a coisas nerds. E por ser um portal em vez de um blogue, nos moldes do que havíamos imaginado para este próprio Alarme Nerd, antes da preguiça bater em todo mundo.

Anúncios

Uma resposta

  1. Nada como um dia após o outro em Hollywood… Se esse post tivesse sido redigido hoje, o 300 provavelmente não iria se referir ao Josh Brolin apenas como sendo “o irmão mais velho”. Tudo graças ao Lewellyn o caipira sem sorte de Onde os fracos não tem vez.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: