Me Tira o Tubo!

Falei que essa moleza de YouTube pode acabar, e já me explico. Dêem um bico nesta notícia da Agência Estado:

Vídeo de Cicarelli pode tirar YouTube do ar
O Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo determinou ontem por liminar que o YouTube – o maior site de compartilhamento e distribuição de vídeos – seja tirado do ar no País. A decisão do desembargador Ênio Santarelli Zuliani tem como objetivo punir a empresa por não respeitar a decisão da Justiça de retirar do ar o vídeo da modelo e apresentadora de TV Daniella Cicarelli.A modelo foi filmada com o namorado Renato Malzoni Filho numa praia de Cádiz, na Espanha, no ano passado. Solteiro, Tato é sobrinho de Paulo Malzoni, presidente do Grupo Victor Malzoni, controlador da rede Shopping Plaza, de São Paulo.

O casal entrou com duas ações na Justiça. Uma delas era indenizatória por danos morais e materiais contra as Organizações Globo de Comunicação, o IG Internet Group do Brasil Ltda e o YouTube Inc., na 25ª Vara Civil de São Paulo. Na outra ação, o casal pedia que o vídeo fosse retirado do ar. O pedido foi acatado pela Justiça uma semana depois que o escândalo estourou na internet. O Tribunal de Justiça de São Paulo concedeu liminar obrigando os sites a tirar do ar as cenas que Daniella protagonizou com o namorado. Caso não respeitassem a decisão, estariam sujeitos a multa diária de R$ 250 mil.

Na última quinzena de 2006, Tato Malzoni entrou com nova ação. Desta vez, pedia que o YouTube saísse do ar, já que as imagens tórridas do casal continuavam no site. “A liminar determina o bloqueio do site aos internautas brasileiros até que a empresa retire o link do vídeo de Cicarelli”, diz o advogado Rubens Decoussau Tilkian, que representa Tato. A decisão é inédita e vista com bons olhos por peritos na área. Para o advogado Eduardo Nobre, especialista em direito da internet, trata-se de um precedente importante na área de tecnologia. “

Para tirar o site do ar, a operação será complicada. Os provedores responsáveis pela divulgação de linhas americanas serão procurados pela Justiça. Estas empresas terão a obrigação de colocar um filtro que impeça os internautas de acessarem o YouTube. Na prática, o esquema é o mesmo que o governo chinês aplica para censurar alguns sites.

O que me leva à seguinte reflexão:
Que coisa, a Daniella entuba e os internautas é que perdem o tubo…

Anúncios

2 Respostas

  1. Carlos André –

    Gostaria de reproduzir o seu artigo no Jornal de Debates : http://www.jornaldedebates.ig.com.br/index.aspx

    Aguardo retorno com seu OK

    Obrigado,

    Ricardo paoletti
    Editor
    Jornal de Debates

  2. Ricardo, tentei dar uma resposta no seu perfil e não consegui.

    Olha, o “artigo” a que te referes é o comentário jocoso de duas linhas no fim do post.

    Tudo o que vem antes é uma notícia da Agência Estado, e não é de minha autoria, como eu deixei claro nas primeiras linhas…

    Abraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: